Paróquia de Congonhal sedia encontro com Ir. Miria Kolling

A Equipe IMG_20150307_112203491_HDRArquidiocesana de Animação Litúrgica promoveu, com a colaboração da Paróquia São José de Congonhal, o encontro de liturgia e canto pastoral com a Ir. Míria Kolling neste último final de semana.

Cento e trinta e cinco participantes de diversas paróquias compareceram e puderam experimentar do vasto conhecimento musical e litúrgico da religiosa, reconhecida compositora e profunda conhecedora da música litúrgica.

Dom Majella, arcebispo metropolitano, presidiu a celebração eucarística, no sábado, dia 7, na qual os participantes do encontro exerceram o ministério do canto com auxílio de Ir. Míria.

O próximo encontro acontecerá em Andradas, nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro de 2016. Se você exerce o ministério na música litúrgica em sua paróquia, reserve em sua agenda!

Confira algumas imagens:

Congonhal 2015 006 Congonhal 2015 025IMG_20150308_125839349_HDR:

 

assembleiatassembtencontro 9tencontro3tencontro5t Congonhal 2015 016encontro7t encontro8t

 

 

 

Igreja celebra o início da Quaresma

post4A Quarta-feira de Cinzas na Igreja é um momento especial porque nos introduz precisamente no mistério quaresmal.

Uma das frases – no momentio da imposição das cinzas – serve de lembrete para nós: ‘Lembra-te que do pó viestes e ao pó, hás de retornar.’ A cinza quer demonstrar justamente isso; viemos do pó, viemos da cinza e voltaremos para lá, mas, precisamos estar com os nossos corações preparados, com a nossa alma preparada para Deus.

A Quarta-feira de Cinzas leva-nos a visualizar a Quaresma, exatamente para que busquemos a conversão, busquemos o Senhor. A liturgia do tempo quaresmal mostra-nos a esmola, a oração e o jejum como o princípios da Quaresma.

A própria Quarta-feira de Cinzas nos coloca dentro do mistério. É um tempo de muita conversão, de muita oração, de arrependimento, um tempo de voltarmos para Deus.

Eu gosto muito de um texto do livro das Crônicas que diz: “Se meu povo, sobre o qual foi invocado o meu nome, se humilhar, se procurar minha face para orar, se renunciar ao seu mau procedimento, escutarei do alto dos céus e sanarei sua terra” (II Cr 7, 14).

A Quaresma é tempo conversão, tempo de silêncio, de penitência, de jejum e de oração.

Começa curso de formação litúrgica para paróquias do setor Mandú

liturgiamandu3Teve início na última quarta-feira (20), na Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Pouso Alegre (MG), um curso de formação litúrgica. Cerca de 30 pessoas das paróquias de Fátima, Santuário do Imaculado Coração de Maria e São José Operário, todas de Pouso Alegre, participaram do primeiro dia.

A formação está dividida em quatro encontros, sendo uma quarta-feira por mês, durante os meses de agosto a novembro. O primeiro encontro contou com a formação do padre Leandro Luís Mota Ribeiro. O sacerdote refletiu uma parte da Exortação Apostólica do Papa Bento XVI ‘Sacramentum Caritatis’, documento publicado em 2007 e que será a base dos estudos. (confira todas as imagens)

Para o coordenador da Pastoral Litúrgica da Paróquia de Fátima, Peterson Beraldo, este primeiro encontro foi muito positivo, proporcionando aos participantes conheceram realidades diferentes, “mas que se somam e que ajudarão a bem celebrar a Eucaristia”.

Os próximos encontros contarão com a presença dos padres João Luiz Ferreira Peçanha, Adriano São João e Adilson da Rocha e serão realizados nos dias 17 de setembro, 22 de outubro e 19 de novembro, às 19 horas, no Centro Pastoral “Dom José D’Ângelo Neto” da Paróquia de Fátima.

Os interessados ainda podem se inscrever para o curso de formação. Os encontros são gratuitos e abertos à participação de todas as paróquias do setor Mandú da Arquidiocese de Pouso Alegre. Mais informações pelo telefone (35) 3422-5000

Saiba mai

Sacramentum Caritatis’ é uma Exortação Apostólica Pós-Sinodal do Papa Bento XVI, sobre a “Eucaristia, fonte e ápice da vida e da missão da Igreja”. O documento, dividido em cinco partes, é dirigido a todo o episcopado, ao clero, às pessoas consagradas e aos fiéis leigos. Confira o documento direto no site do Vaticano.

 

Fonte: Pascom – Paróquia de Fátima PA

Confira as atividades pastorais para fevereiro

Abrindo o ano pastoral de 2014, no dia 1 de fevereiro haverá reunião do Conselho Arquidiocesano de Pastoral, no seminário, às 9h.

chamadacoroinhas

No dia 9 de fevereiro os acólitos e coroinhas dos setores Alto da Serra, Dourado e Mogi são        convidados para um dia de confraternização e troca de experiências no Seminário                       Arquidiocesano.

 

 

 

banner_cf_2014

Iniciando a preparação para a Campanha da Fraternidade 2014, que tem como tema Fraternidade e Tráfico Humano, a Comissão do Compromisso Sociotransformador está organizando um encontro de formação no dia 16 de fevereiro das 8h às 16h, também no Seminário Arquidiocesano. É destinado às Equipes Paroquiais de Assessoria, animadores de grupo de reflexão, Círculos Bíblicos, agentes de pastorais sociais, enfim, a todo povo de Deus interessado em refletir o tema. 

 

cfepdp

 

 

Já no dia 22 de fevereiro nossa Arquidiocese festeja a ordenação de mais um padre para o           serviço do Reino. Em Ipuiuna, às 10h, será celebrada a Ordenação Presbiteral do Diácono          Édpo Campos que atualmente serve à comunidade paroquial Santo Antonio de Jacutinga.

 

 

enc. Ir

 

A Paróquia de Monte Sião  receberá Ir. Míria Kolling e André Zamur para mais um Encontro de Liturgia e Canto Pastoral nos dias 21 a 23 de fevereiro. O curso é aberto para todas as paróquias da Arquidiocese.

 

 

Mais informações sobre todos os encontros você encontrará no blog da Coordenação Arquidiocesana de Pastoral . Acesse!

 

chamadacoroinhas2

 

Também no final de semana do dia 23 de fevereiro, o Seminário Arquidiocesano receberá os coroinhas dos setores Mandu, Paraíso e Mantiqueira.

 

 

 

 

Encerrando o mês de fevereiro, no dia 26, o clero vai se reunir  em Pouso Alegre para a primeira reunião do ano.

São muitas atividades no retorno das atividades após as férias, para todas elas contamos com suas orações.

É importante também que participe daquelas que contemplem sua missão na vida da Igreja! Será sempre bem-vindo!

 

 

 

 

Jesuítas Divulgam Subsídio para Retiro de Advento/Natal

Cartaz RA_para envio-page-001

A comunidade jesuíta de Santa Rita do Sapucaí, MG, está divulgando o Retiro do Advento/Natal de 2013, elaborado pelo Pe. Luís Renato, SJ, e sua equipe em Manaus onde trabalha atualmente como missionário. Pe Luís Renato, SJ, quando residia em Itaici deu vários retiros e semanas de espiritualidade em paróquias da nossa Arquidiocese de Pouso Alegre.

O objetivo deste retiro é saborear através da contemplação o mistério da Encarnação neste tempo litúrgico a ele dedicado. A Apresentação (nº1) e a Proposta (nº2) deste subsídio explicam melhor seu método e os outros arquivos desenvolvem seu conteúdo.
Desejando-lhes um santo Advento, um feliz Natal e um abençoado 2014,
Pe. Élcio, Pe. José Marcos e Jesuítas de Santa Rita do Sapucaí.

Confira o texto tirado da proposta do Retiro de Advento/Natal  e também o material para download.

1. O QUE É O RETIRO DO ADVENTO/NATAL?

O tempo do Advento tem uma duração de quatro semanas. Este ano, começa no domingo 01 de dezembro, e se prolonga até a tarde do dia 24 de dezembro, em que começa propriamente o Tempo de Natal. Podemos distinguir dois períodos. No primeiro deles, que se estende desde o primeiro domingo do Advento até o dia 16 de dezembro, aparece com maior relevo o aspecto escatológico e nos é orientado à espera da vinda gloriosa de Cristo.

As leituras da Missa convidam a viver a esperança na vinda do Senhor em todos os seus aspectos: sua vinda ao fim dos tempos, sua vinda agora, cada dia, e sua vinda há dois mil anos.

O segundo período, que abarca desde 17 até 24 de dezembro, inclusive, se orienta mais diretamente à preparação do Natal. Somos convidados a viver com mais alegria, porque estamos próximos do cumprimento do que Deus prometera. Os evangelhos destes dias nos preparam diretamente para o nascimento de Jesus. Com a intenção de fazer sensível esta dupla preparação de espera, a liturgia suprime durante o Advento uma série de elementos festivos. Desta forma, na Missa já não rezamos o Glória. Reduz-se a música com instrumentos, os enfeites festivos, as vestes são de cor roxa, o decorado da Igreja é mais sóbrio, etc.

Todas estas coisas são uma maneira de expressar sensivelmente que, enquanto dura nosso peregrinar, nos falta algo para que nosso gozo seja completo. E quem espera, é porque lhe falta algo. Quando o Senhor se fizer presente no meio do seu povo, haverá chegado a Igreja à sua festa completa, significada pela Solenidade do Natal. Neste caminho espiritual estamos propondo esta experiência diária de oração, de encontro íntimo com o Senhor da vida, a partir dos textos bíblicos de cada dia ao longo do Tempo do Advento/Natal.

Como também nos anima o Documento de Aparecida: “A oração pessoal e comunitária é o lugar onde o discípulo, alimentado pela Palavra e pela Eucaristia, cultiva uma relação de profunda amizade com Jesus Cristo e procura assumir a vontade do Pai. A oração diária é um sinal do primado da graça no caminho do discípulo missionário. Por isso, “é necessário aprender a orar, voltando sempre a aprender esta arte dos lábios do Mestre” ( D.A. nº 146 ).

Bem, é este caminho de oração, feito no dia-a-dia,por um determinado tempo, baseando-se em exercícios de oração, sugeridos e elaborados neste material, que ora apresentamos.

Elementos básicos para fazer este Retiro do Advento/Natal são:
a. dedicar trinta (30) minutos à oração pessoal diária;
b. rever esta oração durante alguns minutos;

Se você achou interessante a proposta baixe o material para realizar o retiro clicando no botão abaixo.

Igreja Celebra a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus

sagrado coração

A Igreja celebra hoje a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus. O Sagrado Coração de Jesus é uma das três solenidades do Tempo Comum, dentro da Liturgia da Igreja, comemorada na segunda Sexta-feira, após a solenidade de Corpus Christi.

O Papa Francisco apelou  durante sua homilia por ocasião da solenidade do Sagrado Coração de Jesus no dia de hoje aos cristãos para que se deixem amar pela ternura de Deus. Um deus que se faz próximo por amor e caminha com o seu povo. Um Deus presente na Eucaristia, na sua Palavra, presente nos mais pobres e humildes. Um Deus que – segundo o Santo Padre – é amor e ternura:
“Ternura! Mas o Senhor ama-nos com ternura. O senhor sabe aquela bela ciência do carinho, aquela ternura de Deus. Não nos ama com palavras. Ele aproxima-se e dá-nos amor com ternura. Proximidade e ternura! Estas duas maneiras do amor do

Senhor que se faz próximo e dá todo o seu amor mesmo com as coisas mais pequenas: com a ternura. E este é um amor forte, porque a proximidade e a ternura fazem-nos ver a fortaleza de Deus.”

E o conselho que o Papa Francisco nos dá para usufruirmos desta proximidade e ternura de Deus é que nos deixemo-nos guiar por Ele:
“Mais difícil que amar Deus é deixarmo-nos amar por Ele! A maneira para retribuir tanto amor é abrir o coração e deixarmo-nos amar. Deixar que Ele se faça próximo de nós e senti-lo junto de nós. Deixar que Ele seja terno conosco e nos acaricie. E isto é tão difícil: Deixarmo-nos amar por Ele.

As origens da devoção

A origem desta devoção deve a Santa Margarida Maria de Alacoque, uma religiosa de uma Congregação conhecida como

Ordem da Visitação. A Santa Margarida Maria teve extraordinárias revelações por parte de Jesus Cristo, que a incumbiu pessoalmente de divulgar e propagar no mundo esta piedosa devoção. Foram três as aparições de Jesus: A primeira, deu-se a 27 de Dezembro de 1673, a segunda em 1674 e, a terceira, em 1675.1 Mais tarde, outra religiosa, a Beata Maria do Divino Coração, condessa de Droste zu Vischering, a partir de Portugal estendeu a esta devoção a todo o Mundo por meio de um acto de consagração solene pedido ao Papa Leão XIII.

Jesus deixou doze grandes promessas às pessoas que, aproveitando-se da Sua Divina Misericórdia, participassem das comunhões reparadoras das primeiras sextas-feiras. Disse Ele, numa dessas ocasiões a Santa Margarida Maria: “Prometo-te, pela Minha excessiva misericórdia e pelo amor todo-poderoso do meu Coração, conceder a todos os que comungarem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, a graça da penitência final; não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os sacramentos, e Meu Divino Coração lhes será seguro refúgio nessa última hora”.

Não se sabe quem compôs a lista com as 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus, tiradas das revelações de Nosso Senhor a Santa Margarida M

aria de Alacoque. Sabe-se só que são fidedignas – as promessas estão de fato contidas nas revelações – e que o trabalho anônimo foi de grande mérito e utilidade.

M. Kemper, um modesto comerciante de Dayton, cidadezinha norte-americana, iniciou, em 1882, um trabalho de ampla divulgação delas.

A partir desta primeiro impulso, tiveram propagação mundial. Normalmente são conhecidas como as 12 Promessas do Coração de Jesus, a mais importante das quais, é a 12ª, chamada a GRANDE PROMESSA

Fontes:

http://www.news.va/pt/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o_de_Jesus

Inscrição para encontro de Liturgia e Canto Pastoral termina dia 18

Encontro realizado em 2012
Encontro realizado em 2012

Termina na próxima segunda-feira, 18, as inscrições para o Encontro de Liturgia e Canto Pastoral promovido pela Equipe Arquidiocesana de Animação Litúrgica. A formação ficará sob a responsabilidade de Ir. Míria T. Kolling e André Zamur.

O Encontro ocorrerá entre os dias 22 e 24 de fevereiro na Casa de Retiros Nossa Senhora da Paz (veja endereço à baixo) em Santa Rita do Sapucaí. Cada paróquia tem o direito de enviar três representantes.  O investimento é de R$ 80, 00 por pessoa.

A chegada ao local do encontro será até às 19h para o jantar e início das atividades. As inscrições deverão ser efetuadas até dia 18 de fevereiro, através da Secretaria Arquidiocesana de Pastoral, pelos telefones (35) 3421-1248 ou 9807-4610 (vivo) e e-mail: [email protected], com Lucimara ou com Gessilda (35) 3471-6321 / 8882-1039, e-mail: [email protected] ou ainda Lígia (35) 3471-3066.
Caso haja interesse por mais vagas por paróquia, fazer solicitação após o dia 18 de fevereiro.

Serviço
Data: 22 a 24 de fevereiro de 2013
Local: Casa de Retiros Nossa Senhora da Paz
(Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa – ETE-FMC
Av. Sinhá Moreira, 350 – Centro – Santa Rita do Sapucaí-MG

Vagas: 3 por paróquia
Investimento: R$ 80,00 por pessoa
Material necessário: roupa de cama e banho
 

PJ realiza Seminário contra a violência e o extermínio de jovens

Campanha_PJDesde 2009 é realizada pelas Pastorais de Juventude de todo o país, a Campanha Nacional contra a violência e extermínio de jovens. Trata-se de uma série de ações em defesa pela vida da juventude, hoje, principal vítima da violência no país, de acordo com Mapa da Violência 2012.

Ao longo desses 4 anos de atuação da campanha, que contou com o apoio de vários segmentos religiosos e da sociedade civil, a Pastoral da Juventude manteve firme posicionamento para garantir o direito dos jovens à vida digna e ao seu pleno desenvolvimento, que deve ser cada vez mais fortalecida.

Em 2013, a PJ em parceria com a CRB Nacional, com o apoio da Porticus América Latina e de outras organizações, dá início a uma nova etapa da Campanha, com a realização do Seminário Nacional da Campanha contra a violência e o extermínio de jovens que será de 3 a 5 de maio de 2013, em Brasília/DF.

Como principal objetivo, o Seminário vai discutir o engajamento e fortalecimento dos grupos de jovens para a Campanha Nacional, bem como a capacitação técnica das representações de jovens dos regionais da CNBB.

“O problema do extermínio de jovens já tomou um ponto tão grave que já há um déficit de jovens do sexo masculino na estrutura demográfica brasileira. Um déficit que só se verifica em sociedades que estão em guerras. Agora, sobre a diminuição da violência, entendemos que será possível a partir da implementação efetiva de políticas públicas das mais diversas áreas que garantam a população seus direitos sociais de forma plena e que a conquista plena dos direitos sociais sejam ferramentas para o desenvolvimento integral de cada cidadão e cidadã, sendo jovem ou não” afirmou o Integrante da coordenação da Pastoral da juventude, regional Sul 1, Wellington dos Santos França.

Jovens que desejam saber mais informações sobre Seminário Nacional, devem entrar em contato com a coordenação pelo o e-mail da secretaria nacional [email protected]

 

Com informações do Portal A12.com

Clero participa de Curso de Atualização Teológica

Nesta quarta-feira, 24, o clero da Arquidiocese de Pouso Alegre participou de um encontro de atualização teológica. O assessor é Prof. Pe. Valeriano Santos Costa, diretor da Faculdade de Teologia da Puc-SP, que fala sobre teologia litúrgica. O curso baseia-se no livro “Noções teológicas de liturgia”, o qual representa uma caminhada de 15 anos de estudos e experiências, segundo o autor.

Para o padre Valeriano, o fundamento de toda liturgia é “porque Deus deseja que todos os homens sejam salvos e alcancem o conhecimento da verdade”. Essa é a resposta maior para o porque celebrar. Ainda segundo o palestrante, a liturgia tem que começar por essa afirmação. Caso contrário ela perde seu significado. É impossível compreender a liturgia fora do tratado da soteriologia, fora do plano da salvação.

Segundo o palestrante não é necessário nenhuma inovação na liturgia, mas celebrar o rito com a devida dignidade. É preciso respeitar a ordem que a liturgia desenvolve e as orientações que a Igreja propõe.

26ª Semana de Liturgia

Nos dias 15 a 19 de outubro aconteceu a 26ª Semana de Liturgia, promovida pelo Centro de Liturgia “Dom Clemente Isnard”, em parceria com o Centro Unisal Pio XI e a Rede Celebra de Animação Litúrgica, a 26ª Semana de Liturgia, acontece em São Paulo (SP) com o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, por meio da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia.

Representando a Comissão da CNBB e participando de toda a Semana está dom Edmar Peron, bispo auxiliar de São Paulo e membro da Comissão.

A Semana é um grande mutirão de debates e práticas litúrgicas. Este ano as discussões giraram em torno da “Participação do Povo de Deus como sujeito da liturgia na perspectiva dos pobres à luz da Sacrosanctum Concilium”, em comemoração aos 50 anos desta Constituição Conciliar sobre a Sagrada Liturgia.

O evento aconteceu no Centro de Pastoral Santa Fé, e estavam presentes 230 pessoas, de vários lugares do Brasil, como São Paulo, Maranhão, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Tocantins, Espírito Santo, Santa Catarina, Bahia, Amazonas, dentre outros.

A Arquidiocese de Pouso Alegre foi representada por dois padres e duas leigas: Pe. Marcos Roberto (Itajubá), Pe. Flávio Sobreiro (Cambuí), Marieta (Poço Fundo), e Giovana (Cachoeira de Minas).

Foi uma semana de estudos intensos que teve como palestrantes:  Pe. Mário França de Miranda, Pe. Gregório Lutz, Frei José Ariovaldo, Ir. Penha Carpanedo e Ione Buyst.

Vale ressaltar o esforço dos irmãos e irmãs que vieram do Amazonas. Os mesmos realizaram uma viagem de 4 dias para poderem participar deste encontro. Sem a ajuda financeira de suas paróquias de origem os mesmos guardaram dinheiro durante um ano para que pudessem custear a viagem e as taxas do encontro.

O encontro mostrou que todos são sujeitos na Liturgia. Foi destacada também a opção preferencial pelos pobres que não participam das comunidades cristãs. Enfatizou-se ainda que a Liturgia deve estar inserida na catequese.  Ir. Penha Carpanedo questionada diante das missas-show e outros abusos que acontecem na Liturgia respondeu que é preciso seguir a orientação no Missal Romano, ler as rubricas, conhecer o Missal e a sua Instrução Geral. Ainda segundo ela, não há necessidade de acrescentar nada e nem mesmo retirar nada, basta seguir o que o Missal prevê.

Nas próximas semanas será publicada uma “Carta as Comunidades”, fruto dos estudos, debates e reflexões das 230 pessoas que participaram do encontro.

Pe. Flávio Sobreiro