Encontro de formação catequética em Poço Fundo

No dia 29 de janeiro (domingo), foi realizado um Encontro de Formação com início às 8h e encerramento às 16h com todos os catequistas no Centro Pastoral Monsenhor Afonsinho, na Paróquia de  São Francisco de Paula de Poço Fundo – MG. O encontro foi conduzido pela Coordenadora Arquidiocesana de Catequese: Rita  Rezende. Com o tema: “Como usar a Bíblia na Catequese” houve  uma grande participação e muito empenho dos catequistas de toda a paróquia. Segundo a Rita Rezende o encontro foi muito bom devido a  participação e interesse dos catequistas em conhecer e aprender para transmitir para as comunidades e catequizandos.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rita de Cássia Pereira Rezende é coordenadora da Pastoral Catequética  Arquidiocesana, formada em Catequética pelo IRPAC e Bacharel em Teologia pela Faculdade Católica de Pouso Alegre.

 

 

 

Perfil Evangelizador do novo pároco e reitor do Santuário, padre Heitor de Menezes

Nome completo: José Heitor Vasconcelos de Menezes

Idade: 32 anos

Cidade natal: Maceió (AL); criado em Murici (AL)

Tempo no sacerdócio: 3 anos e 5 meses

Paróquias e cidades por onde atuou: Paróquia São José do Trapiche (Maceió – AL), Paróquia Divino Espírito Santo (Rio Claro – SP), Paróquia Nossa Senhora do Rosário (Campinas – SP).

 

Paróquia em Ação – Como você recebeu a notícia que assumiria o paroquiado e a reitoria do Santuário do Imaculado Coração de Maria?

Padre Heitor – Ao receber a notícia da minha vinda a Pouso Alegre (MG), o coração encheu-se de alegria. Sempre tive claro meu bem querer pelo povo pousoalegrense, e de modo muito particular pelos que formam a Paróquia Santuário do Imaculado Coração de Maria. Dessa forma, surgia em mim um mix de sentimentos que brotavam a partir da confirmação do meu retorno a essas terras: alegria, projetos, ideias e também medo. Sim, este último elemento fez parte, pois qualquer novo que se apresente na nossa vida o temor faz parte do processo não como uma barreira, mas como um alerta para que a cautela, o discernimento e a observação venham se somar a nova realidade iniciada.

Paróquia em Ação – Quais são suas expectativas para a Paróquia?

Padre Heitor – As expectativas para o trabalho paroquial é a de continuar a missão que os Missionários Claretianos desempenham nessas terras mineiras desde que aqui se instalaram. Ao olhar para esse complexo que é a Paróquia Santuário do Coração de Maria, contemplo-a como fruto de um amor de vários homens, missionários, que amando a Cristo, dedicaram suas vidas para que essa história fosse construída. Assim, é meu querer dar continuidade a história dos Missionários Claretianos a serviço do povo de Deus em terras pousoalegrenses, fazendo uma memória agradecida e vislumbrando um futuro cheio de esperança e realizações na obra de evangelização, para que Jesus Cristo seja cada vez mais conhecido, amado e servido.

Paróquia em Ação – Que projetos pretende aplicar no seu paroquiado?

Padre Heitor – Meu projeto é de dar continuidade a tudo o que a Paróquia possui.  Potencializar o que já existe nos dará margem para novos projetos que certamente surgirão como resultado da nossa fidelidade criativa
a dinâmica do Espírito que vai conduzindo a história.

Paróquia em Ação – O que os paroquianos e pousoalegrenses podem esperar de seus trabalhos?

Padre Heitor – Penso que a dinâmica do dia-a-dia vai mostrando os resultados da nossa atuação de forma concreta no que será realizado no Santuário através dos trabalhos desempenhados. Porém, de uma coisa tenho clara certeza: quero ser um padre do povo e para o povo, tendo como ideal Jesus Cristo, o bom pastor.

Paróquia em Ação – Como serão os trabalhos nas comunidades?

Padre Heitor – As Comunidades da Paróquia Santuário são verdadeiros tesouros que foram conquistadas a partir dos trabalhos realizados pelos Missionários Claretianos ao longo dos anos aqui em terras pousoalegrenses. Nesse contexto, o trabalho com as comunidades continuará intenso e vivaz, para que nossa identidade de família paroquial seja cada vez mais intensificada, e todos se sintam parte desta família do Imaculado Coração de Maria.

Paróquia em Ação – A Matriz precisa de uma restauração no teto e nas pinturas. Quais são seus projetos para a parte física do Santuário?

Padre Heitor – Observando a atual realidade de infraestrutura do Santuário, de fato se constata certa urgência em algumas coisas, sobretudo na parte elétrica. Ainda não tenho um parecer de todo o conjunto de carências que o prédio necessita. O teto e pintura certamente carecerão de reforma, porém será preciso fazer uma avaliação criteriosa e rigorosa através de profissionais especializados para sabermos o que de fato é mais urgente ser realizado. Certamente constituirá uma reforma grande e exigente, que precisará do apoio e da colaboração não só dos paroquianos, mas  de todo o povo pousoalegrense, pois o Santuário do Coração de Maria  desempenha um papel fundamental na vida e na história de todo povo da cidade e da região. A história é afetiva, e muitos de nós temos um carinho especial com o Coração de Maria, o  que me dá a convicção que esta obra de reforma será assumida pelo próprio povo que ama e bendiz a Deus pelo louvor do Coração da Mãe de Jesus.

Paróquia em Ação – Deixe uma mensagem para os leitores.

Padre Heitor – Nunca sabemos com claridade o que Deus quer de nós. Cada dia exige uma resposta, uma renovação, uma confirmação, e, sobretudo, uma escuta. Permitir que Deus assuma o controle da nossa vida é o segredo para que o nosso viver seja harmônico, para isso é necessário dá liberdade ao Pai assumindo uma postura de serviço e humildade, como Maria: “Eis-me aqui, faça-se em mim segundo a vossa vontade”.

Nesse momento que iniciamos um novo, certamente virão desafios, próprios de quem se arrisca a viver, porém, juntos poderemos avançar e superar as barreiras para que a vontade de Deus se faça. Coloco-me a serviço de todos, para que juntos possamos fazer o que Deus nos pede, a fim de que  Reino implantado por Jesus seja vivenciado no hoje da nossa vida.

Lucas Silveira

Pascom | Santuário

Padre Márcio preside missa em ação de graças por seus trabalhos realizados como pároco e reitor

Na noite de quarta-feira, 25 de janeiro, dia em que a Igreja Católica comemora a conversão de São Paulo Apóstolo, a Paróquia do Imaculado Coração de Maria organizou uma celebração solene em ação de graças pelos trabalhos realizados pelo ex-pároco e ex-reitor do Santuário, padre Márcio Silva Souza, que presidiu a santa missa.

 

Com a Matriz repleta de fiéis e amigos de padre Márcio, as comunidades da Paróquia renderam uma homenagem, onde todas as pastorais e movimentos participaram. “Deixo a Paróquia Santuário com o meu dever de pároco e reitor cumprido. Sentirei saudades deste povo hospitaleiro e gentil. Peço que sempre rezem por mim em suas orações”, comentou padre Márcio.

 

Ao final da celebração todos os representantes de pastorais e movimentos da Paróquia renderam uma homenagem a padre Márcio.

 

Lucas Silveira

Pascom | Santuário

Artigo: A Igreja como comunicadora do Pai

Por Andrey Nicioli

Há 50 anos a Igreja começou a discutir um tema que se tornou importantíssimo e muito estudado e refletido nos dias atuais: a Comunicação na Igreja. A primeira ideia é entender que a Pastoral da Comunicação não deve ser encarada apenas como a posse de meios midiáticos para a evangelização, mas, principalmente, que uma evangelização dos meios e uma inculturação da fé.  

Imagem internet

Vão pelo mundo inteiro e anunciem a Boa Nova para toda a humanidade” (Mc, 16,15). A Igreja, desde o seu início e como seu fundamento, recebeu a missão de anunciar a Salvação para todos. O Verbo de Deus, ao se fazer carne e habitar entre nós, mostra-nos a importância da Palavra e seus poderes transformadores. Supremo comunicador do Pai, Jesus faz a opção por um processo de inculturação.

Em Jesus, Revelação máxima do Pai, se dá a comunicação perfeita entre Deus e os homens. Cristo tem autoridade e poder, através de suas palavras e gestos, para ensinar e transmitir os valores do reino e levar todos à salvação.   

Salvação desejada desde o início segundo Karl Rahner. Ele afirma que o homem é evento de absoluta, livre, gratuita e indulgente autocomunicação de Deus. Não é mais o homem que busca a Deus, mas Deus que busca o homem querendo torná-lo divino. “Para compreender esta autocomunicação de Deus aos homens, é decisivo entender que o doador é na sua própria realidade o dom, que o doador se doa a si próprio em seu próprio ser à criatura como sua realização plena e acabada”.(RAHNER, Karl. Curso Fundamental da fé.)

A autocomunicação de Deus não pode ficar apenas no campo da transcendência ou da divinização do homem, mas ela deve se tornar um acontecimento, concretizar-se em história da Salvação.  

No primeiro testamento, a aliança entre o Pai e Seu povo é feita através dos homens que “ouviam” sua Palavra e a comunicava a toda a comunidade, fazendo a experiência da Palavra.

Com o evento Jesus Cristo, como já vimos, o projeto salvífico chega à sua perfeição. Depois de sua morte e ressurreição, Jesus deixa a tarefa do anúncio e da comunicação do Evangelho e das maravilhas de Deus aos apóstolos, tendo como intérprete da Palavra o Espírito Santo. Hoje, essa missão cabe a Igreja, depósito de fé e comunicadora por excelência.

Por isso, a Igreja não pode manter-se longe de sua essência e deve utilizar de todos os meios, inclusive os meios de comunicação social, para cumprir sua missão salvadora. “A igreja tem, pois, um direito radical de possuir e usar desses meios como úteis à educação cristã e ao seu trabalho em vista da Salvação das almas” (Inter Mirifica).     

Numa época em que a humanidade se encontra numa encruzilhada do seu desenvolvimento, na qual os valores materiais, aparentemente, se sobrepõem aos valores humanos, a intervenção da Comunicação Social terá de ser determinante na promoção e defesa dos valores que a Igreja defende e anuncia.

O decreto conciliar “Inter Mirifica”, sobre os meios de comunicação social, demonstra a preocupação da Igreja Católica sobre o tema e aponta iniciativas e também incentiva o uso destes meios para a Evangelização.

A Igreja, contudo, deve ter como modelo máximo de comunicação o próprio Deus, que desde o início comunica seu amor aos homens. Pela força da Palavra, o Pai cria e dá vida.

Diante destas premissas, conclui-se que toda a pessoa é feita para a comunicação com Deus e com o outro, assim como o Pai se comunicou com o mundo.  Enfim, este trabalho quer reforçar a vocação da Igreja para a comunicação do amor d’Aquele que cria, salva e santifica, demonstrando como esse gesto, o de comunicar, sempre permeou toda a história da Salvação, além de debater a importância e utilidade dos meios de comunicação social nessa jornada.  

 

Andrey Nicioli

Inscrições abertas para curso de Pós-graduação na Faculdade Católica

A Faculdade Católica de Pouso Alegre está com inscrições abertas para o curso de Pós-graduação lato sensu de Especialização em Ciências da Religião. O curso destina-se a graduados em Teologia, Ciências da Religião ou na área de Ciências Humanas, bem como aos professores de Ensino Religioso. As inscrições podem ser feitas via site (facapa.edu.br) até o dia 29 de fevereiro de 2012. As aulas terão início em março, sendo oferecidas aos sábados, quinzenalmente.  Outras informações podem ser obtidas no próprio site ou ainda pelo telefone (35) 3421-1820, ou ainda presencialmente na Secretaria da Faculdade, que fica na Av. Monsenhor Mauro Tommasini, 75, Bairro São Carlos, em Pouso Alegre.

A Faculdade Católica está entre as melhores instituições de ensino do sul de Minas, sendo a primeira entre as instituições particulares, segundo os índices de avaliação da qualidade do ensino superior do Ministério da Educação.

Padre da Arquidiocese de PA presta assessoria em encontro do Regional Leste 2

O padre Marco Aurélio Gubiotti é o assessor desta quinta-feira,  26, do Encontro de Formação dos Presbíteros do Regional Leste 2. Segundo padre Marco Aurélio, será um dia de espiritualidade à luz do Documento “Verbum Domini”, com 3 momentos de partilha do conteúdo, encerrando com a Celebração Eucarística.  

Esse é o 28º Encontro de Regional de Formação Permanente, que ocorre em Cachoeira do Campo (MG) desde a última segunda-feira, 23. O tema central destes dias é “O Presbítero como homem da Palavra na perspectiva da Verbum Domini”. Além do padre Marco Aurélio, também representam a Arquidiocese de Pouso Alegre os padres Simão Cirineu, Maurício Pieroni, Dito Chico e João Batista.

Participam presbíteros das 32 arquidioceses e dioceses do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo).

A assessoria do encontro está  a cargo da mestra e professora de Bíblia no Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA),  e doutoranda em Catequese na Faculdade dos Jesuítas (FAJE) em Belo Horizonte, Solange Maria do Carmo.

Durante a assessoria, professora Solange, tem feito pontuações e reflexões pertinentes e profundas do referido documento e salienta  “é preciso redescobrir a Palavra de Deus e vê-la com bons os olhos percebendo sua presença no coração da Igreja”.

O 28º Encontro de Formação Permanente do Regional Leste 2 segue até sexta-feira, 27, com a realização  da avaliação e a preparação da próxima Formação Permanente.

 

 

Por Andrey Nicioli, com informações da assessoria de imprensa da CNBB.

Padre Heitor toma posse como pároco e reitor do Santuário Imaculado Coração de Maria

O Santuário do Imaculado Coração de Maria tem novo pároco e reitor desde a noite de sábado, 21 de janeiro, quando aconteceu a solenidade de posse do padre José Heitor Vasconcelos de Menezes. A celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Pouso Alegre, dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho e concelebrada por diversos padres da Congregação dos Missionários Claretianos e Diocesanos.

Logo no início da missa foi lida para a assembleia a carta de posse do novo pároco. Na sequência, o arcebispo apresentou à comunidade o seu novo administrador, que terá provisão de seis anos, podendo ser prorrogada em comum acordo entre a Arquidiocese de Pouso Alegre e a Congregação dos Claretianos no Brasil por tempo indeterminado.

 Ao decorrer da celebração foram apresentadas aos fiéis as responsabilidades do novo pároco e reitor do Santuário, como por exemplo, cuidar da Paróquia e do bem sagrado. O momento oficial da troca sdos párocos se deu no momento em que o arcebispo entregou nas mãos do novo pároco as chaves da Igreja.

“Você tem agora a responsabilidade de cuidar espiritualmente dessa porção do povo de Deus que está na Paróquia do Imaculado Coração de Maria”, disse dom Ricardo Pedro ao entregar as chaves ao padre Heitor.

 No final da celebração aconteceu a assinatura do termo de posse do novo pároco e reitor do Santuário, onde o ex-pároco, padre Márcio Silva Souza assina o documento oficial entregando a administração paroquial ao novo pároco, padre Heitor.

A comunidade agradeceu ao ex-pároco por todos os trabalhos desenvolvidos. A mãe do padre Heitor, Gerusa Vasconcelos também foi homenageada com a entrega de um ramalhete de flores, que foi entregue pela Creuza Barros.

O presidente da Fuvs, Sinval Caputo, que participou de toda celebração cumprimentou o novo pároco e reitor do Santuário e disponibilizou a Fundação em prol dos trabalhos voluntários e sociais desenvolvidos na comunidade.

“Padre Heitor deixo a sua disposição toda a infraestrutura da Fundação do Vale do Sapucaí e suas unidades mantidas em prol de parcerias que visam beneficiar seus paroquianos e povo de Pouso Alegre”, disse ao novo pároco e reitor do Santuário, que replicou os votos de boas vindas. “Sinval Caputo tenha certeza de que vamos precisar e muito de futuras parcerias com uma instituição de respeito e credibilidade em nossa sociedade como a Fundação de Ensino. Obrigado pela presença e carinho”, comentou padre Heitor.

Participaram ainda da cerimônia o novo comandante do 14º Grupo de Artilharia de Campanha – Grupo Fernão Dias, tenente coronel Sérgio Rezende de Queiroz.

O ex-pároco e reitor do Santuário, padre Márcio foi transferido para o Santuário Basílica de Nossa Senhora de Lourdes, em Belo Horizonte (MG), que está sob a responsabilidade dos Missionários Claretianos, onde atuará como vigário paroquial.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lucas Silveira, Pascom/Santuário

“A ressurreição de Cristo confirma que a bondade de Deus vence o mal”, afirma Bento XVI

No final da tarde desta quarta-feira, o Papa presidiu a celebração das Segundas Vésperas da Conversão de São Paulo na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, em Roma. Presentes cardeais, bispos, religiosos e religiosas, além de expoentes de diversas Igrejas e Comunidades Eclesiais. Embalada por bonitos hinos e cânticos, o final da tarde deste 25 de janeiro decorreu em um clima de profunda espiritualidade, na solenidade que encerrou a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

A unidade dos cristãos, foi, portanto, o tema que inspirou grande parte da celebração, estando presente nas palavras de saudação dirigidas a Bento XVI pelo Presidente do Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos, Cardeal Kurt Koch, e na homilia do Santo Padre. Em alusão ao tema dessa Semana “Todos seremos transformados pela vitória de Jesus Cristo, nosso Senhor”, disse o Pontífice: “Por experimentar, nos nossos dias, a situação dolorosa da divisão, nós cristãos podemos e devemos olhar o futuro com esperança, enquanto a vitória de Cristo significa a superação de tudo aquilo que nos distrai de compartilhar a plenitude de vida com Ele e com os outros. A ressurreição de Jesus Cristo confirma que a bondade de Deus vence o mal, o amor supera a morte.”

Bento XVI falou também sobre a vida e a transformação de São Paulo: “Em seguida ao evento extraordinário que aconteceu ao longo da estrada de Damasco, Saulo, que se distinguia pelo zelo com o qual perseguia a Igreja nascente, foi transformado em um incansável apóstolo do Evangelho de Jesus Cristo. Na façanha desse extraordinário evangelizador, aparece claro que tal transformação não é resultado de uma longa reflexão interior, nem mesmo fruto de um esforço pessoal. Ela é, primeiramente, obra da graça de Deus que agiu segundo as suas imperscrutáveis vias.”

“A experiência pessoal vivida por São Paulo – ressaltou o Papa – o permitiu esperar com fundamentada esperança o cumprimento desse mistério de transformação, que tocará a todos aqueles que acreditaram em Jesus Cristo e também toda a humanidade e a Criação inteira.”

Bento XVI relacionou tal espera com a espera pela unidade visível da Igreja, a qual ele afirmou que “deve ser paciente e confiante”. “Somente em tal disposição – disse o Pontífice – encontram o seu pleno significado a nossa oração e o nosso empenho cotidianos pela unidade dos cristãos.” Bento XVI advertiu, contudo, que “a postura de espera paciente não significa passividade ou resignação, mas resposta pronta e atenta a cada possibilidade de comunhão e fraternidade que o Senhor nos dá”.

Encerrando sua homilia, o Papa confiou à intercessão de São Paulo “todos aqueles que, com a sua oração e o seu empenho, trabalham para a causa da unidade dos cristãos”. “Mesmo se às vezes se pode ter a impressão que a estrada em direção ao pleno restabelecimento da comunhão seja ainda muito longa e cheia de obstáculos – concluiu o Santo Padre -, convido todos a renovarem a própria determinação de prosseguir, com coragem e generosidade, a unidade que é vontade de Deus, seguindo o exemplo de São Paulo, que, diante das dificuldades de cada tipo, conservou sempre firme a confiança em Deus, que leva ao cumprimento de sua obra.”

 

Com informações da Rádio Vaticano

Papa Bento XVI divulga mensagem para o Dia Mundial das Comunicações

O Papa Bento XVI divulgou nesta terça-feira, 24, a mensagem para o 46º Dia Mundial das Comunicações, comemorado na Igreja no domingo da Ascensão do Senhor, no dia 20 de maio. O tema deste ano é “Silêncio e Palavra: Caminho de evangelização”.

Segundo o Santo Padre, o silêncio é parte integrante da evangelização, porém, muito desvalorizado nos dias atuais. Vive-se em uma sociedade onde são feitas muitas perguntas e muitas respostas são dadas, contudo, é necessário que a pessoa faça uma reflexão sobre aquilo que lhe realmente é útil e necessário.

“Grande parte da dinâmica actual da comunicação é feita por perguntas à procura de respostas. Os motores de pesquisa e as redes sociais são o ponto de partida da comunicação para muitas pessoas, que procuram conselhos, sugestões, informações, respostas. Nos nossos dias, a Rede vai-se tornando cada vez mais o lugar das perguntas e das respostas; mais, o homem de hoje vê-se, frequentemente, bombardeado por respostas a questões que nunca se pôs e a necessidades que não sente. O silêncio é precioso para favorecer o necessário discernimento entre os inúmeros estímulos e as muitas respostas que recebemos, justamente para identificar e focalizar as perguntas verdadeiramente importantes”, afirmou.

É deste silêncio e desta reflexão, que o ser humano vai conseguir fazer uma experiência de Deus e também falar de Deus.

“Se Deus fala ao homem mesmo no silêncio, também o homem descobre no silêncio a possibilidade de falar com Deus e de Deus. «Temos necessidade daquele silêncio que se torna contemplação, que nos faz entrar no silêncio de Deus e assim chegar ao ponto onde nasce a Palavra, a Palavra redentora”, disse Bento XVI.

Clique aqui e leia a Mensagem do 46º Dia Mundial das Comunicações 

 

Por Andrey Nicioli

Arquidiocesepa.com participa de encontro com jornalistas em Brasília

O Arquidiocesepa.com participa entre os dias 23 e 25 de março, em Brasília, do 5º Encontro com os jornalistas das Dioceses, Regionais e Organismos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O tema a ser refletido será “Jornalismo em Rede: um desafio para a Igreja”, mostrando a necessidade de desenvolver um sistema de correspondentes, espalhados pelo país, produzindo notícias para veiculação nacional, no site e boletins da CNBB.

Um dos palestrantes será o jornalista da Globo News, Sidney Rezende, um dos fundadores da Central Brasileira de Notícias (CBN) e primeiro editor-executivo desta rádio. O segundo palestrante convidado é o jornalista, professor de Web Jornalismo e Consultor de Comunicação em tempo integral, Antônio Danin Júnior.

Esse também vai ser um momento importante para a integração e contatos da Arquidiocese com os outros organismos da CNBB na área de comunicação.

 

Por Andrey Nicioli