Seminário encerra semestre formativo com festa das famílias

DSCN2042As atividades formativas do primeiro semestre foram encerradas com uma grande festa no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora Auxiliadora. Os convidados? As famílias dos seminaristas e padres formadores. O grande “Arraiá” ocorreu no último sábado, 29.

O encontro com as famílias teve início com uma conversa entre os formadores e os familiares. Nele, padre Leonardo Moreira falou da família como lugar do carinho, do descanso e também do trabalho.

Em seguida, todos participaram da Santa Missa, presidida pelo reitor doDSCN2059 Seminário, padre Leandro Carvalho, formadores e diretor espiritual. No final da celebração, os seminaristas do curso da Filosofia e também os que irão participar da Jornada Mundial da Juventude receberam uma benção de envio, como representantes do Seminário na visita do Santo Padre, papa Francisco.

Todos se dirigiram para a parte de fora do Seminário, onde o mastro de São Pedro foi abençoado e todos partiriam, em procissão, em direção ao ginásio de esportes, para iniciarem a festa junina. Não faltou a grande fogueira e também deliciosas comidas, bem típicas. A animação ficou por conta de um grupo de seresta dos seminaristas.

Todos os seminaristas se reapresentam no dia 28 de julho.

Vaticano divulga as intenções para a oração neste mês de julho

Imagem ilustrativa/ divulgação.
Imagem ilustrativa/ divulgação.

Foi divulgada nesta quinta-feira a intenção geral e missionária para este mês de julho.

A intenção geral: Para que a Jornada Mundial da Juventude, que se realiza no Brasil, encoraje todos os jovens cristãos a tornarem-se discípulos e missionários do Evangelho.

Como intenção missionária: Para que em todo o continente asiático estejam abertas as portas aos mensageiros do Evangelho.

Missa Papa: os cristãos devem ser pacientes e irrepreensíveis

Missa_25-05-13_2_RádioVaticano
Foto: Papa durante celebração no dia 25 de maio.

Papa Francisco celebrou Missa, na manhã desta sexta-feira, na Capela da Casa Santa Marta, no Vaticano, da qual participaram o arcebispo de Ribeirão Preto (SP), que, amanhã, receberá o Pálio sagrado, e os funcionários do Departamento de Saúde e Higiene do Vaticano, guiados pelo seu diretor Patrizio Polisca.

Na breve meditação, que costuma fazer aos presentes, o Santo Padre partiu da Liturgia do dia, referindo-se a Abraão e ao leproso, dizendo que “o Senhor procura se envolver na vida do povo e na nossa vida.
De fato, disse o Papa, a ação do Senhor não tem um protocolo preciso ao entrar em contato conosco. Ele age em modos e momentos diferentes, mas, age sempre:

“O Senhor escolhe sempre o seu modo de entrar na nossa vida. Algumas vezes, ele o faz lentamente, a ponto de quase perdermos a paciência. Não obstante, continuamos a rezar, a rezar… e parece que ele não vem ao nosso encontro. Outras vezes, além de sermos impacientes, somos céticos sobre a sua intervenção. Mas, o Senhor toma tempo e tem tanta paciência!”.

Por isso, o Papa nos pede para que também nós sejamos pacientes e irrepreensíveis diante do Senhor. Ele nos espera sempre, até o fim da nossa vida, se necessário. Ele caminha conosco, embora, muitas vezes, ele não se manifeste e não se mostre a nós. Peçamos-lhe, pois, concluiu o Santo Padre, a graça de caminharmos sempre na sua presença!

 

Com informações Agência News.Va

Equipe de Liturgia promove formação sobre o Ritual de Exéquias

Tendo em vista a importância de celebrar bem este sacramental da Encomendação em nossas comunidades paroquiais, a Equipe Arquidiocesana de Animação Litúrgica (EAAL) se propõe a ajudar na formação de leigas e leigos que presidem estas celebrações e outros que também colaborem neste momento de luto das famílias.
Por isso, o EAAl convida os  Ministros de Exéquias, Coordenadores Paroquiais de Liturgia e Ministérios de Música das Paróquias (lembre-se também das comunidades rurais), para o Encontro Arquidiocesano de Liturgia, com assessoria da Ir. Penha Carpanedo, PDDM, que tem experiência neste trabalho, inclusive elaborou subsídio para as Celebrações de Exéquias.
A presença deve ser confirmada até dia 9 de julhoterça-feira, pelos contatos da secretaria de pastoral: Telefone 3421-1248 ou 9807-4610 – E-mail: [email protected] e [email protected].
Programação
Data: 14 de julho de 2013  (Domingo)
Horário: 8h-16h (Não haverá Celebração Eucarística)
Local: Seminário Arquidiocesano de Pouso Alegre
Número de participantes: 5 pessoas por paróquia
Investimento: R$ 25,00 (por pessoa)

PJ Arquidiocesana se reúne e traça objetivos para a JMJ

Formação_JMJ_1No último domingo, 16 de junho, jovens da Caravana PJPA na JMJ, se reuniram na Comunidade Ação Pastoral (CAP) no bairro São Cristóvão, em Pouso Alegre. O encontro teve o objetivo de preparar ainda mais os jovens para o espírito da Jornada Mundial da Juventude.

A Equipe Arquidiocesana da Pastoral da Juventude, preocupada com a formação integral do jovem e em fazer com que a JMJ seja muito mais que um evento, objetiva que os jovens realmente possam estar preparados para muito mais que uma viagem, mas sim, para uma missão, que foi aceita desde o momento da solicitação para inscrição.

O encontro foi marcado com a mística da Pastoral da Juventude, rodas de conversas e dinâmicas que fizeram compreender ainda mais o sentido de ser discípulo missionário.

Compromissos assumidos
Divididos em quatro subgrupos, os próprios jovens definiram juntos e apresentaram propostas de evangelização para serem vivenciadas e trabalhadas antes, durante e após a JMJ. Listam-se abaixo:

  • No compromisso com o próximo, o objetivo é de fazer uma divulgação através dos meios de comunicação, sobre o significadoFormação_JMJ da JMJ, sua importância e seu verdadeiro valor para nossa Igreja, principalmente para os jovens. Viabilizarão essas informações através de rádios, redes sociais, vídeos… Além do próprio diálogo com o próximo.
  • No compromisso com o fortalecimento de sua fé, será uma boa participação para a JMJ, vivenciando a Semana Missionária. A participação nas atividades propostas pelas comunidades e principalmente no dia da Vigília, dia em que todos, ao mesmo momento estarão unidos em oração.
  • No compromisso durante a JMJ será aproveitar ao máximo para perceber a presença de Deus e sua manifestação na juventude, seu povo. Toda essa alegria e aprendizado na JMJ será necessário para ser fiel discípulo missionário de Jesus.
  • No compromisso pós JMJ, o grupo se reencontrará para transmitir e partilhar os momentos junto à outros jovens que não puderam participar da JMJ. A proposta do grupo é que o reencontro seja na Fazenda Esperança de Pouso Alegre. A partir daí, outras propostas de evangelização serão lançadas.

“Mas o principal compromisso é fazer desta vivencia, um momento de fortalecimento na fé para continuarmos a missão que Jesus nos deixou, irmos todos a todos os povos e fazendo-os seus discípulos.” Contribuição apresentada na mística final.

Orientações e sugestões
A EAPJ ainda passou algumas orientações e sugestões acerca dos dias no Rio de Janeiro. As principais foram:

  • Não esquecer de levar sacos de dormir, colchonetes e/ou cobertores.
  • Levar poucas coisas como: 1 chinelo, 1 tênis confortável, 2 calças, 2 bermudas, materiais de higiene pessoal, camisetas, roupas intimas e outros pertences pessoais de preferência leves.
  • Remédios: Levar de uso de pessoal, se for o caso.
  • Alimentação: Levar barras de cereal, bolachinhas…
  • Levar capas de chuva e materiais para impermeabilização dos materiais

Dentre outras orientações sobre o cronograma das atividades da caravana.

O encontro culminou com a celebração do Ofício Divino da Juventude, agradecendo a Deus pelo encontro, que propiciou uma convivência e entrosamento inicial entre os integrantes da caravana, bem como, pedir as suas bênçãos para a missão que já havia começado.

Cerca de 20 mil pessoas participam da posse de Dom Marco Aurélio

Com informações da Pascom da Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano e fotos de Dalila Lopes.

Celebração Eucarística - Festa da Diocese (4)Fiéis da Arquidiocese de Pouso Alegre participaram da missa de posse de dom Marco Aurélio como bispo da diocese de Itabira-Coronel Fabriciano. A celebração ocorreu no último domingo, 16. O novo bispo que comandará a igreja no lugar de Dom Odilon Guimarães Moreira, que renunciou ao cargo, Dom  Marco Aurélio Gubiotti foi empossado na Catedral e celebrou sua primeira missa no Parque de Exposições.

A Catedral Nossa Senhora do Rosário de Itabira ficou lotada para a posse canônica. Padres e líderes da igreja de diversas cidades participaram do evento solene. A presidência  da Posse Canônica foi exercida pelo arcebispo metropolitano de Mariana, dom Geraldo Lyrio Rocha, juntamente com os bispos de Caratinga, Dom Emanuel Messias de Oliveira; de Governador Valadares, Dom Werner Frans Siebenrock; de Guanhães, Dom Jeremias Antônio de Jesus, pelo bispo auxiliar de Belo Horizonte, Dom João Justino de Medeiros; pelo da  Prelazia de Marajó, Dom José Luiz Azcona Hermoso; pelo bispo emérito da Diocese de Itabira-Cel. Fabriciano, Dom Odilon Guimarães Moreira; e pelo bispo emérito de Oliveira .

Dom Geraldo defendeu a necessidade de que o recém-empossado atente, durante o seu ministério episcopal, para a evangelização e àsBanner colocado na frente da cATEDRAL discussões que ganharam destaque nos últimos anos, como o secularismo, o ateísmo e as tratativas inter-religiosas.

Durante seu discurso, dom Marco Aurélio agradeceu a recepção calorosa da igreja. “Sou grato pela acolhida fraterna”, disse. Devoto de São João Batista, afirmou que é preciso ter coragem e ser humilde. “Não posso esquecer que o rebanho a mim confiado não é meu, mas do Senhor”, ressaltou. Disse ainda que é um bispo novo e mesmo de 25 anos de presbiterado, conta com o apoio e a experiência do Dom Odilon e do Dom Lara para governar a Diocese.

Cerca de 20 mil pessoas foram conhecer o novo bispo na missa de posse, celebrada no Parque de Exposições. Pelo menos 80 padres e 100 caravanas de todas as paróquias animaram a Festa da Diocese e a Posse do novo bispo. Familiares do Dom Marco Aurélio e amigos da Arquidiocese de Pouso Alegre também marcaram presença.

A Festa da Diocese foi instituída por Dom Mário Teixeira Gurgel com o objetivo de promover a unidade dos diocesanos. É um momento belíssimo de encontros, amizade, companheirismo, partilha e muita festa.

À tarde, a Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil abrilhantou a Festa da Diocese.

Celebração Eucarística - Festa da Diocese (5)Em conversa com a imprensa, logo após a cerimônia de posse canônica, o novo bispo da Diocese de Itabira e Coronel Fabriciano, dom Marco Aurélio Gubiotti, definiu o início da convivência com a comunidade católica e a manutenção da estrutura organizacional da igreja como os primeiros desafios a serem enfrentados.

No entendimento de dom Marco Aurélio, a diocese possui um trabalho consistente junto à comunidade. Devido a isso, soube construir um calendário de atividades organizado e que atende às necessidades da igreja. Assim, continuar com esse trabalho surge como uma das prioridades da nova direção da diocese. Essa manutenção da política eclesiástica também é entendida como um mecanismo para a construção do relacionamento entre o novo bispo e a comunidade católica.

“O primeiro desafio do bispo novo é a busca do conhecimento e de iniciar a convivência, seja com o presbitério seja com o povo de Deus, e dar continuidade a essa igreja, que é viva, vibrante na fé e tem um calendário muito bem organizado. E, a partir desse conhecimento mútuo, traçar novas metas e enfrentar novos desafios que forem aparecendo”, enumerou dom Marco Aurélio.

O bispo fez ainda uma rápida avaliação das paróquias que integram a diocese. Segundo ele, os presbíteros conduzem um trabalho ativo em que o foco é aproximar a instituição da comunidade.

Dom Marco Aurélio destacou que existe uma diversidade de realidade entre as paróquias, mas que, apesar disso, os párocos prezam pela unidade de pensamento para que seja possível manter uma organização dentro da igreja.

“Temos uma igreja muito viva, muito vibrante em suas pastorais, no compromisso dos presbíteros em estar perto da comunidade e uma diversidade muito grande de realidades, mas uma unidade na fé e na busca de se conduzir a igreja da melhor maneira possível”, avaliou dom Marco Aurélio.

Após o contato inicial com a diocese e de estabelecer uma análise da sua estrutura, o bispo se mostra otimista quanto ao trabalho de condução da igreja nessa região. De acordo com ele, em todas as manifestações dos fiéis – e na relação com os padres – houve uma receptividade muito grande. Ele afirma que espera retribuir essa confiança com a condução de um “bom trabalho”.

“Eu fui muito bem acolhido por todas as manifestações e eu tenho uma expectativa muito grande e um esperança de fé de que eu possa desenvolver bem o ministério pela graça de Deus e iluminado pelo Espírito Santo”, ressaltou dom Marco Aurélio.

 

Veja mais fotos

Artigo: Partilhando o Encontro com coordenadores de Catequese

1016506_594919947196829_2099971067_nNos dias 14, 15 e 16 de junho de 2013 celebramos o Encontro Intensivo para a formação de Catequistas da Arquidiocese de Pouso Alegre! Um grupo alegre e entusiasmado com a missão de fazer ecoar a Palavra de Deus na vida da comunidade, das famílias e catequizandos. Pessoas que compareceram de forma livre e desejosas em fortalecer a formação, tão cara à Catequese.

Padre Vanildo Paiva conspirou com o nosso desejo de encontrar a Beleza, que é o próprio Deus, através do encontro, e veio partilhar seus conhecimentos e experiência de vida! O Tema Sexualidade e Fé provocou e instigou a reflexão, clareando o discernimento. Sentimo-nos mais fortalecidos para a ação catequética em nossas comunidades.

“Ser gente é bom demais! Somos a IMAGEM (o Ser Humano está no mundo representando Deus. Está no lugar de Deus) e SEMELHANÇA de DEUS (Temos parentesco com Deus. Trazemos em nós características de Deus). Deus é Amor em plenitude de liberdade e criatividade. Trazemos em nós, esse Amor!” (Padre Vanildo).

Duas outras presenças marcantes em nosso Encontro. O Lúcio e o Márcio. Beleza em forma de amizade, disponibilidade e criatividade à flor da pele.

8559_594919890530168_1476950565_nO local favoreceu intensamente para que o encontro fosse mais belo. A Casa da Paz  que pertence à ETE (Escola Técnica de Eletrônica), em Santa Rita do Sapucaí, é lugar privilegiado pela natureza, simplicidade e aconchego. A coordenação da Casa, na pessoa da Walquíria, recebeu-nos pronta e alegremente.

A Equipe de trabalho formada pelos catequistas e casais da Comunidade Santa Rita acolheu-nos, preparou as refeições, os lanches, a organização da casa: beleza traduzida na forma de disponibilidade  e carinho. Tudo pensado com riqueza de detalhes e delicadeza!

Deus seja louvado pelos catequistas que tão prazerosamente se fizeram presença e abertura de coração!

Deus seja louvado por este Encontro de Formação vivenciado na oração, na canção, na poesia e no estudo. Através do belo, do Lúdico e do Místico é que conheceremos a tonalidade, o timbre e o hálito da voz do Bom Pastor. ( O Belo, o Lúdico e o Místico na Catequese)

 

Rita de Cássia P. Rezende – Coordenadora Arquidiocesana

 

Padres do setor Alto da Serra celebram dia de convívio

Setor Alto da SerraA Pastoral Presbiteral da Arquidiocese de Pouso Alegre realizou na última segunda-feira, dia 10, um dia de convívio, partilha e reflexão com os padres do setor Alto da Serra. O encontro ocorreu em Pocinhos do Rio Verde, município de Caldas. Esse é um momento importante, onde os padres podem avaliar a caminhada e partilha alegrias, conquistas e dificuldades nos trabalhos pastorais.

Participaram do encontro os padres: Lucimar Pereira Goulart, Simão Cirineo Ferreira e Arquimedes Carvalho de Andrade (Andradas); Leandro Edevaldo dos Santos, Samuel de Faria Gâmbaro e Sebastião Pereira Dal Poggetto (Caldas); Eduardo Rodrigues da Silva (Santa Rita de Caldas); e José Francisco Ferreira (Ibitiúra de Minas).

Comissão Sociotransformadora prepara o Fórum Social Setorial

forum social_setoresA Comissão do Compromisso Sociotransformador realiza nos setores pastorais uma reunião preparatória para o Primeiro Fórum Social Setorial que será realizado em setembro.

Para o encontro, 3 representantes das pastorais sociais de cada paróquia são convidados.

Confira a data das reuniões em cada setor:

SETOR ALTO DA SERRA: dia 25 de junho(terça-feira), às 19h, em Andradas
SETOR DOURADO: dia 20 de junho(quinta-feira), às 19h, em Poço Fundo
SETOR EXTREMO SUL: dia 15 de junho (sábado), às 14h, em Extrema
SETOR FERNÃO DIAS:  dia 15 de junho (sábado), às 9h, em Cambuí
SETOR MANDU: dia 25 de junho (terça-feira), às 20h, no Seminário Arquidiocesano
SETOR MANTIQUEIRA: dia 15 de junho(sábado), às 9h, na Paróquia São José Operário em Itajubá
SETOR MOGI: dia 19 de junho (Quarta-feira), às 19h, na Paróquia São Francisco em Ouro Fino
SETOR PARAÍSO: dia 18 de junho(Terça-feira), às 19h, em Paraisópolis
SETOR SAPUCAÍ: dia 22 de junho (sábado), às 9h, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Santa Rita do Sapucaí

Enamorar, um aprendizado para a vida inteira

namoroVocê sabe dizer de onde vêm as palavras “namorar”, “namoro”, “enamorar”? Vêm de uma mesma palavra: Amor. Por exemplo, o verbo “EN + AMOR + AR”: “EN” é uma partícula grega que significa envolver e “AR” quer dizer uma ação. Enamorar significa, então, a ação de envolver o outro no amor.

Namoro é tempo de conhecer o outro, mas não fisicamente, como acontece hoje em dia, mas sim entender, conviver, partilhar sua vida com a pessoa. Há muitas coisas que só o tempo do namoro é capaz de fazer. Isso porque o princípio do amor no namoro é o mesmo princípio da amizade, do amor de amigos – amamos o outro do jeito que ele é e, pelo fato de amarmos desta forma, o outro cresce. Não é para “deixar como está para ver como é que fica”… Não! Mas começa assim, do jeito que a pessoa é, e depois no namoro um deve participar do amadurecimento do outro.

É claro que tem “atração física”. Foi Deus quem colocou a atração entre homens e mulheres. Mas, além disso, Ele também trouxe a afinidade espiritual. É essa afinidade que vai fazer com que namorado e namorada, noivo e noiva, marido e mulher, se tornem cada vez mais “um só coração e uma só carne”. E aí entra o período lindo do namoro.

O namoro, o tempo de enamorar-se, não termina com o casamento. Até poderia dizer que o namoro é o momento do “treino”. Em um campeonato, por exemplo, os técnicos fazem com que os atletas treinem dentro das regras tendo em vista o jogo. Quando o jogo começa, aí sim, eles entram no campo e jogam verdadeiramente.

Então, quando tem início o “jogo” no relacionamento? Começa com o casamento. Aí sim é que se começa a enamorar pra valer, usando de toda a afinidade espiritual conquistada e toda a atração física, os dois podem viver plenamente o “enamorar-se”. É quando o marido e a esposa podem envolver-se no amor e fazer disto uma prática contínua.

E você, jovem, aprenda a namorar desde já, pois o que você está treinando agora é o que vai realmente frutificar. Você está agora semeando, para colher depois no seu casamento. Deus abençoe o seu namoro.

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente de honra da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, em Cachoeira Paulista (SP). É um dos religiosos que mais se destacou utilizando os meios de comunicação na ação evangelizadora da Igreja Católica, na América Latina. Autor de 48 livros, Cd´s e DVD´s, além de várias palestras em áudio e vídeo.

 

*Conteúdo livre para publicação, desde que citada a fonte e autor.

http://assessoria.cancaonova.com/